• Wix Facebook page

ENDEREÇO
Rua Ministro Salgado Filho, 476

Boa Viagem, Recife-PE

FALE CONOSCO

(81) 3343-6040

(81) 3344-0228

© 2017 por Soluções Empresariais. Orgulhosamente criado com Wix.com

Contos de Machado de Assis

Tamanho: 20,5×27,5 cm

Páginas: 56

Acabamento: Brochura

Indicação: 10 a 14 anos
EJA – leitores críticos

Tema principal: A eterna contradição humana. Mundo e filosofia.

Tema transversal: Humor, crítica social, romance, trabalho e consumo, pluralidade cultural e ética.

ISBN: 978-85 -94620-88-0

 

A igreja do Diabo & Ideias do canário traz dois contos do autor Machado de Assis, adaptados por Francisco Vilachã, que apresentam características marcantes da obra do escritor, como a fina ironia, o humor e a crítica social.

Em “A igreja do Diabo”, o Diabo decide fundar uma igreja para melhorar seu papel na ordem natural das coisas. Tomada a decisão, ele vai conversar com Deus para Lhe avisar e desafiar. Após comunicar a ideia e discutir com o divino, que lhe faz um alerta, o Diabo desce à Terra e começa a pregar sua nova religião, que substituía as virtudes pelos seus opostos, defendendo soberba, luxúria, preguiça, gula e avareza. Diz também que a inveja é a maior virtude, pois supre todas as outras. Além disso, fala em favor da inveja e da corrução. Também condena o respeito, exceto aquele feito por interesse. A princípio, o Diabo sente ter triunfado, mas poucos anos depois descobre que as pessoas, algumas anteriormente representantes exemplares da nova religião, estão fazendo coisas boas e virtuosas. No fim, o Diabo vai confrontar Deus, que lhe explica ser essa a eterna contradição humana.